Uma vez me perguntaram, na tua frente inclusive, quando eu percebi que estava apaixonada por ti. Eu – calada e sem graça – não soube responder. Eu realmente não sei quando mudou, não lembro quando tu passou de uma pessoa random para uma das pessoas mais incríveis que já conheci.
Eu queria voltar no tempo, como tu mesmo disse uma vez, pra perceber tudo, pra observar meu amor surgindo por ti.
Me lembro perfeitamente do dia em que tu foi me encontrar, na casa de uma amiga. Foi a segunda vez que ficamos, e passamos horas conversando. Horas. Horas que passaram tão rápido, que quando tu se despediu fiquei querendo mais.
Lembro também de como tu falava de outras meninas, do quanto tu falava de ex-namoradas e do quanto isso me deixava triste. Nunca fui de ter muito ciúmes, mas me irritava o fato de tu parecer tão liberal, tão nem aí pra nada.
Até que a gente foi se aproximando ainda mais. Até que grudamos um no outro.
Eu sempre tive pavor a grude. Sempre prezei muito pela minha liberdade, e a mínima ideia de namoro me dava falta de ar. Se me falassem há uns 5 meses, que eu estaria aqui, sentindo tua falta depois de 5 dias grudados, eu ia rir. Mas tu me mostrou que não é bem assim. Não me sinto presa a ti de forma alguma, e sim, estou aqui com saudades mesmo tendo te visto ontem.
Me acostumei muito com tua presença, com o calor do teu corpo colado no meu, com tua cara de sono que me mata de raiva e de amor ao mesmo tempo.
Eu amo muito você. Por mais clichê que pareça, nunca senti isso por ninguém. Nunca me senti tão feliz com alguém. Nunca tive tanto orgulho em ter alguém do meu lado, como eu tenho de ti.
Tu é incrível, Daniel. Tu é a pessoa mais linda que eu já conheci. Tu tem um coração tão puro e eu tenho tanto orgulho de te ter do meu lado.
Esses três meses, que foram três meses de MUITO GRUDE, foram incríveis, mas o mais incrível é saber que foram pouquíssimos em relação a todo o tempo que temos ainda.

Você é a primeira pessoa que eu penso ao acordar, é a primeira pessoa que quero contar algo e, sem dúvidas, me torna alguém melhor. Então, segundo aquele seriado bobinho que a gente viu, sou completamente apaixonada por ti. 

0 comentários:

Postar um comentário